quinta-feira, junho 07, 2007

A menina do mar

Escondido, atrás do rochedo, o rapaz, imóvel e calado, olhava.
Ele nem conseguia acreditar no que via, era uma coisa espantosa!
A menina dançava graciosamente, ao sabor da espuma das ondas do mar. A água parecia cristalina!
Então o rapaz saiu de trás do rochedo.
A menina, o polvo, o peixe e o caranguejo fugiram.
E então o rapaz gritou:
- Voltem aqui! Eu não vos faço mal! Eu quero conhecer–vos!
Então a menina apareceu, e disse:
- Olá.
- Olá. - respondeu o rapaz. – Quem és tu?
- Eu sou a menina do Mar. Se queres conhecer-me então vem.
- Para aonde?
- Para o fundo das águas.
Então o rapaz mergulhou e viu o fundo do mar. Era lindo! Estava cheio de corais, via–se o reflexo da água, os golfinhos e os cardumes de peixes prateados e dourados.
A menina apresentou os seus amigos e depois dançaram todos juntos.
A seguir o rapaz, embalado pela beleza da menina e do fundo do mar, voltou para casa.

Raquel
(Composição feita num teste de Língua Portuguesa)

1 comentário:

Madalena disse...

O teu texto está muito giro. Parabéns.