quarta-feira, outubro 03, 2007

O π (PI)

Era um dia igual aos outros, e continuamos com a mesma matéria, as planificações do cilindro.
Tentamos perceber a relação que havia entre o diâmetro e o perímetro da base do cilindro. Ficamos sem respostas concretas mas com trabalhos de casa. Os mais curiosos começaram a tentar logo na aula, alguns quase conseguiram criar um cilindro, mas faltava sempre uma fatia. Falou-se imenso no dobro, mas chegamos à conclusão que o dobro não era e entretanto tocou.
Quando cheguei a casa comecei a trabalhar. Roubei o interior dos rolos de papel higiénico e comecei a fazer experiências.
Se não era o dobro tinha que ser algo maior, então, raciocinei e cheguei à conclusão que poderia ser o triplo.
“Boa consegui descobrir!” a partir daí já nada me falhava. Os meus cilindros já tinham todos os bocadinhos necessários. Fiquei muito contente por ter conseguido aprender sozinha e com os meus erros.
Consegui finalizar o meu trabalho, com muito custo mas consegui.
Ouvi a campainha, era o meu pai. Vim a correr escada a baixo toda contente para lhe contar o sucedido.
Ele ficou muito contente, mas via-se que estava com uma vontade de se rir de tudo o que lhe contava. E na verdade estava. Às tantas ele perguntou-me se eu sabia o que era o π(pi). Eu disse que já tinha ouvido falar, mas não sabia ao certo o que era. Então ai se gerou a confusão na sala. A minha mãe que estava também presente, fugiu para a cozinha e depois o meu pai começou a explicação. Ao inicio não percebi nada, coisa que o meu pai não aprecia muito. Antes de podermos continuar eu disse “ Pai, eu não quero que me expliques porque ainda não aprendi isso na escola!”
E o meu pai ripostou “Agora que já estamos aqui os dois acabamos!”
Ai, eu calei-me e limitei-me a ouvir tudo o que o meu pai dizia. No final da conversa fiquei a perceber tudo, e o meu pai todo contente diz-me que eu consegui descobrir o π (pi) sozinha. Fiquei muito baralhada, mas na realidade, era verdade o que o meu pai estava a dizer. Ficou todo contente e orgulhoso comigo. O meu irmão acha fantástico, eu ter aprendido o (pi) sozinha e na verdade eu também. Desde aquele dia que os meus pais e o meu irmão comentam a minha descoberta (nada que eles não soubessem) mas algo que eu não sabia. E foi assim que descobri o (pi).

Teresa Lopes.

2 comentários:

JvT disse...

Muitos parabéns pela descoberta e, sobretudo, pela vontade de descobrir!

Um abraço
João Torres

Teresa disse...

Muito obrigada :D